As 2 substancias fundamentais para uma boa visao

10 remédios naturais que você precisa conhecer agora

calendarPublicação: 13/10/2021- Última atualização: 13/10/2021
clock8min
10 remédios naturais que você precisa conhecer agora
Ana Araujo
Ana Araujo

Editora

Existem remédios naturais para dormir, se acalmar, controlar a pressão alta e até mesmo o diabetes. Especialistas listam seus 10 queridinhos, conheça-os!

Diz a sabedoria popular — talvez inspirada pelos povos originários — que, para todo mal, existe um remédio natural. Hoje, além do conhecimento ancestral, a ciência se debruça sobre os efeitos de diversas ervas, raízes, óleos e outros insumos que só a natureza dá.

Existem alguns que são coringas para diversos males. Outros, tiro-e-queda para doenças e incômodos específicos. Conheça a seguir os 10 remédios naturais queridinhos dos especialistas da Jolivi Natural Health para sempre ter na manga.

1) Semente de abóbora é remédio natural para a próstata

Este é um petisco delicioso, mas a responsável pelo benefício não é a semente em si. O operador é o óleo de semente de abóbora, disponível em vários suplementos.

O Dr. Alain Dutra, médico urologista à frente do programa Próstata Blindada, explica que o óleo é fonte de beta-sitosterol. “Essa substância faz com que 5-alfarredutase pare de transformar toda a testosterona do corpo em di-hidrotestosterona (DHT), cuja ação pode levar ao crescimento da próstata”. 

Em outras palavras, o beta-sitosterol age no mecanismo que pode levar ao aumento da próstata — e todos os sintomas incômodos, como o pinga-pinga. Conheça aqui o suplemento que contém óleo de semente de abóbora, o ProSense.

2) Alho para derrubar a pressão alta

Ele é tão potente que foi comparado à losartana em um estudo conduzido na Austrália. A ação anti-hipertensiva do alho vem do seu poder de estimular a produção de duas substâncias: o óxido nítrico e sulfeto de hidrogênio. Elas ajudam os vasos a relaxar e a dilatar, promovendo a diminuição da pressão arterial.

Mas nada de fritar: este tempero deve ser consumido em temperatura ambiente para ter efeito. no Projeto Pressão 12×8, a nutricionista Lara Cerqueira — que também é especialista em fitoterapia — ensina a preparar a água de alho. Basta deixar 1 dente descansando em 200 ml de água por 4 a 6 horas. Depois disso, é só coar e beber de pouco em pouco. Faça isso todos os dias.

No programa, ela ensina outras receitas e hábitos para alcançar a sonhada pressão 12×8, veja aqui.

3) Passiflora é remédio natural para ansiedade

A sabedoria popular sempre indica um maracujá para “acalmar os ânimos”. Porém, a verdadeira responsável pelo efeito é a folha: a Passiflora incarnata

Este fitoterápico aumenta os níveis de ácido gama-aminobutírico (GABA) no cérebro, um composto que reduz a atividade cerebral, ajudando a relaxar.

Para tanto, pode-se consumir tanto o chá — preferencialmente começando os trabalhos já no finzinho da tarde, com outra xícara próximo à hora de dormir — quanto em cápsulas.

4) Melão de São Caetano contra o diabetes

Este é um dos queridinhos do Dr. Naif Thadeu, médico nutrólogo à frente do Protocolo Contra o Diabetes, para controlar a doença. 

O médico explica que a Momordica charantia atua em diversas frentes. Além de diminuir as taxas de glicemia no sangue, ainda libera moléculas semelhantes à insulina, o que oferece uma espécie de “folga” para o pâncreas, órgão que fica exausto em organismos com diabetes. 

É possível consumir tanto em chá — feito com o fruto seco — quanto em cápsulas. Saiba mais sobre outras soluções naturais contra o diabetes aqui. 

5) Chá de mulungu é remédio natural para dormir

Além da passiflora, outro fitoterápico tiro-e-queda para noites melhores é a casca das árvores do gênero Erythrina, popularmente conhecidas como mulungu ou bico-de-papagaio. 

Ela também tem efeito ansiolítico — comprovado em estudo conduzido pela Universidade de São Paulo (USP) — e ajuda a relaxar os músculos, estimulando o sono. 

Por isso, o neurocientista Nelson Annunciato, à frente do programa Supercérebro Sem Alzheimer, a chama de “sonífero natural”. O especialista defende que uma boa noite de sono é capaz até mesmo de prevenir o Alzheimer.

6) Maca peruana contra impotência sexual

O Dr. Alain Dutra — que também mostra como homens podem alcançar seu auge no programa Potência Máxima — chama a raiz de “viagra dos Andes” graças ao seu poder de ajudar a vida sexual de homens e mulheres.

Um estudo feito em Lima, capital do Peru, apontou que a maca peruana aumentou os níveis de testosterona e desejo sexual do grupo que a suplementou por 12 semanas. 

A maca peruana também é fonte de arginina, aminoácido que ajuda na produção de óxido nítrico. Essa substância, por sua vez, atua na dilatação dos vasos da região do pênis, ajudando na ereção. 

7) Gengibre contra dor e inflamações

Quando se fala em coringas da medicina natural, a raiz — cujo nome científico é Zingiber officinale — não pode faltar. Ela tem forte ação anti-inflamatória e analgésica já comprovada cientificamente.

Em um estudo publicado no The Journal of Pain, indivíduos que consumiram gengibre in natura apresentaram 25% menos queixas de dor e aqueles que tomaram o chá da raiz, 23% a menos. 

Tamanha riqueza de benefícios mereceria um texto só para si. Para saber mais, confira as indicações da nutricionista Lara Gabriela na série mensal Plantas & Bem-Estar.

8) Óleo de coco é remédio natural para ressecamento vaginal

A secura vaginal não pode ser empecilho para mulheres que querem continuar a vida sexual depois da menopausa. Para ajudar, uma das indicações da Dra. Denise de Carvalho no Programa Equilibre Seus Hormônios — especialmente desenhado para mulheres pré e pós-menopausa — é usar lubrificantes naturais.

O principal indicado é o óleo de coco, que não deve ser aplicado no canal interno. Basta espalhar pelos grandes e pequenos lábios e curtir. No Programa Equilibre Seus Hormônios, a médica dá outras dicas para mulheres que entendem que toda fase pode ser seu auge. Veja aqui.

9) Canela para diminuir a vontade de comer doces

O chá da casca da canela tem efeito tanto sobre a gordura quanto sobre o açúcar que circula no sangue, além de aliviar sintomas da TPM. “A casca também ajuda a modular o apetite e reduzir a vontade de comer doces, podendo ser usada para ‘substituir’ o açúcar e mascarar o sabor de chás amargos”, diz Lara Gabriela.

A nutricionista alerta que este chá não pode ser consumido por mais de 30 dias. 

“Se for usar a canela por mais tempo e em maior quantidade, sugiro que você procure pela Cinnamomum verum, cujo nome popular é canela-do-ceilão. Ela é mais cara e menos comum, mas apresenta menor risco de toxicidade. Para usos pontuais, não há problema em usar a Cinnamomum cassia, geralmente chamada de canela-cássia ou apenas de canela”, aconselha.

10) Cravo contra dores e má digestão

Quem diria que o beijinho esconderia este segredo: em vez de jogar fora o enfeite do docinho, faça um chá. Além de melhorar a digestão, a Caryophyllus aromaticus ajuda a reduzir a flatulência e acelerar a digestão lenta. 

Essa especiaria também tem ação analgésica, antibiótica e antisséptica graças a substâncias como o acetato de eugenol e beta-cariofileno. Adicione à lista de benefícios sua ação anti-inflamatória e auxílio no combate à enxaqueca, inflamações articulares, caso da artrite, e comuns.

Referências:

  • Ried, Karin et al. “Potential of garlic (Allium sativum) in lowering high blood pressure: mechanisms of action and clinical relevance.” Integrated blood pressure control vol. 7 71-82. 9 Dec. 2014, doi:10.2147/IBPC.S51434
  • Gonzales, G F et al. “Lepidium meyenii (Maca) improved semen parameters in adult men.” Asian journal of andrology vol. 3,4 (2001): 301-3.
  • Naif Thadeu. Protocolo Contra o Diabetes. Jolivi Natural Health.
  • Pagano, Ester et al. Ginger (Zingiber officinale Roscoe) as a nutraceutical: Focus on the metabolic, analgesic, and antiinflammatory effects. Phytotherapy research. PTR, 10.1002/ptr.6964. Dez. de 2020, doi:10.1002/ptr.6964
  • Lara Gabriela Cerqueira. “Seis especiarias que cuidam da sua saúde”. Plantas & Bem-estar – Agosto de 2021. 
  • Lara Gabriela Cerqueira. Projeto Pressão 12×8. Jolivi Natural Health.
  • Alain Dutra. Programa Próstata Blindada. Jolivi Natural Health.
  • Cabral, J. B. et al. “Atividade depressora do sistema nervoso central do extrato da casca de Erythrina vellutina (mulungu). Annais do XVI Congresso Latino Americano de Farmacologia, Águas de Lindóia, São Paulo, 2000. 
  • Alain Dutra. Potência Máxima. Jolivi Natural Health.
Ana Araujo
Ana Araujo

Editora

Ervas que funcionam melhor que drogas
73 Curas sem Remedios